Seleccione área geográfica  
Global contacts

We operate in more than 50 countries around the world. If your country is not on the list, please refer to our global contacts.

View contacts
Global contacts

We operate in more than 50 countries around the world. If your country is not on the list, please refer to our global contacts.

View contacts
Global contacts

We operate in more than 50 countries around the world. If your country is not on the list, please refer to our global contacts.

View contacts
Global contacts

We operate in more than 50 countries around the world. If your country is not on the list, please refer to our global contacts.

View contacts
Global contacts

We operate in more than 50 countries around the world. If your country is not on the list, please refer to our global contacts.

View contacts
Notícias
Eulalia Devesa - Diversidad ESADE - Blog

Como a Responsabilidade Social Empresarial ajuda na gestão das pessoas

A influência da RSE na gestão de pessoas:boas práticas. Um documento que recolhe vários casos de estudo e resume o valor da Responsabilidade Social Empresarial

Eulalia Devesa 
Diretora Responsabilidade Social Corporativa en ISS Facility Services Ibéria


“Gosto do local onde trabalho, porque há diversidade e vejo-o no dia-a-dia”
. Esta é uma das respostas que recebemos ao questionar os nossos colaboradores para o estudo elaborado em colaboração com a ESADE. ‘A influência da RSE na gestão de pessoas: boas práticas’. Um documento, que recolhe vários casos de estudo e resume o valor da Responsabilidade Social Empresarial (RSE) para a gestão de empregados e a cultura interna da empresa.

As pessoas cada vez valorizam mais que a empresa à qual desejam pertencer -ou na qual querem permanecer- demonstre o seu compromisso com a sociedade e o ambiente, e que reflita uma cultura efetiva de igualdade, diversidade e transparência. Em resumo, uma empresa mais humanizada. Seguramente, estes fatores converteram-se numa referência de atração e retenção de talento para as empresas.

Na ISS Ibéria, a parte social é a que tem mais peso. Desde o nosso nascimento, temos vindo a apostar na segurança e saúde das pessoas, no seu sentido de pertença, na inclusão e na diversidade como valores diferenciadores. E estes são, ao fim e ao cabo, os pontos que trata o estudo elaborado pela ESADE. Porque numa empresa como a ISS, do setor de serviços, e com mais de 34.000 colaboradores, as pessoas são um ativo fundamental.

Felizmente, a sociedade também se tornou mais exigente para que as empresas trabalhem para ir mais além nas políticas de RSE. Como cidadãos, são temas que preocupam e interessam e, como trabalhadores, exigências que fazem à própria empresa. As empresas estão a adaptar-se às mudanças, integrando e normalizando a diversidade.

No caso da ISS, promovemos um ambiente de trabalho cooperativo, inovador e que facilite a inclusão de pessoas sem olhar à sua condição e, o que é mais importante, com um emprego de qualidade. As ações de responsabilidade social e a criação de oportunidades para todos é uma parte essencial da nossa cultura e valores.

Um exemplo disso são as nossas políticas de recrutamento ativo, dirigidas a distintos grupos que se encontram em risco de exclusão. Além disso, contamos com diversos acordos de colaboração com entidades sociais e programas específicos de inclusão. É por isso que a gostamos de pensar que temos um papel ativo e impulsionador para incorporar no mercado laboral pessoas em risco de exclusão social, procurando a sua empregabilidade nestes tempos de grandes mudanças.

Mas não é somente isto, no dia-a-dia da empresa, queremos que todos os trabalhadores se sintam valorizados e capazes de trabalhar para alcançar os seus objetivos pessoais e que estejam alinhados com os objetivos e compromissos sociais da empresa. É uma forma de incorporar uma gestão responsável à estratégia geral da empresa, criando valor acrescentado. Estas práticas não se desenvolvem apenas com o nosso público interno, mas também com os seus clientes e fornecedores. Este estudo reflete a opinião de um cliente da ISS Ibéria que explicou o motivo pelo qual contrataram a empresa: "Os outros falam de números, vocês de pessoas".